Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

I Like 2 Eat

I Like 2 Eat

13
Abr21

Bolo Russo com Creme de Pasteleiro

CS

IMG_20210328_173355.jpg

Duas massas folhadas a passar de validade e um pão de ló super fofinho deram origem a esta receita.

As galinhas do meu pai andam a dar mais ovos do que os que conseguimos comer, uma das melhores formas (pelo menos na opinião do mais que tudo) é fazer um Pão de Ló, receita que já Vos mostrei aqui.

Pensei em várias receitas para usar a massa folhada até me lembrar dos bolos de aniversário de uma pastelaria onde trabalhei nos tempos de estudante.

 

O resultado superou as minhas expectativas, a massa folhada, bem dourada, estaladiça e caramelizada sem ser demasiado doce. O pão de ló era leve, com o aroma do limão a perfuma-lo.

O creme de pasteleiro, enriquecido com a vagem de baunilha, envolvia as duas massas, dando a cremosidade necessária sem as ofuscar.

A receita do creme de pasteleiro que usei é a mesma que usei nesta receita de Éclairs e Profiteroles, à qual adicionei manteiga, para dar mais corpo e cremosidade.

Parece uma receita muito extensa mas todos os passos são fáceis e não consomem muito tempo.

Ingredientes Pão de Ló

6 ovos M

130 g de açúcar (metade do peso dos ovos, sem cascas)

130 g de farinha (metade do peso dos ovos, sem cascas)

Raspa de limão q.b.

Ingredientes Creme de Pasteleiro

500 g de leite meio-gordo

40 g de amido de milho

2 ovos

2 gemas

100 g de açúcar 

1 de vagem de baunilha

40 g de manteiga, à temperatura ambiente

Ingredientes adicionais

2 massas folhadas (ver notas)

Açúcar em pó q.b.

Groselhas para decorar

Preparação do Creme de Pasteleiro

Colocar todos os ingredientes, excepto a manteiga, no copo e programar 12 min/98ºC/Vel 3.

Deverá um creme bastante espesso.

Programar 1 min/Vel 3 e adicionar os cubos de manteiga pelo bocal da tampa.

Colocar num recipiente, cobrir com película aderente (a tocar no creme) e deixar arrefecer. Reservar no frio.

IMG_20210328_124027.jpg

Preparação Pão de Ló

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar uma forma rectangular com manteiga e farinha, forrando o fundo com papel vegetal.

Separar as claras das gemas e pesar ambas.

Colocar as claras no copo, com a borboleta colocada, e programar 6 min/Vel 3,5. Ao fim de 4 minutos começar a adicionar o açúcar pelo bocal da tampa. Devem estar bem batidas e brilhantes.

Quando terminar o tempo, programar mais 1 min/Vel 3 e, lentamente, adicionar uma gema de cada vez.

Peneirar a farinha e adicionar ao copo, com a raspa de limão, misturando 10 seg/Vel 3.

A massa deve ser leve e arejada, quase como uma mousse.

Levar ao forno durante cerca de 30 minutos mas fazer o teste do palito a partir dos 25 minutos, uma vez que depende do tamanho da forma e do forno.

Desenformar morno e deixar arrefecer em cima de uma rede.

Preparação da Massa Folhada

Aumentar a temperatura do forno para os 200ºC.

Desenrolar uma das massas, picar toda a massa com um garfo ou outro instrumento afiado, para evitar que ela crie bolsas de ar.

Colocar a massa entre dois tabuleiros e levar ao forno até ficar cozida e dourada.

Retirar e deixar arrefecer.

Repetir com a segunda massa mas desta vez polvilhar, generosamente, com açúcar em pó antes de colocar o tabuleiro por cima e levar ao forno. Deixar cozer durante 15 minutos com o tabuleiro a pressionar e depois retirar para deixar a massa caramelizar.

A massa irá ganhar algumas bolsas de ar mas irá apenas aumentar a crocância, sem ficar demasiado folhada ao ponto de se esfarelar quando a comemos.

Retirar e deixar arrefecer em cima de uma rede.

Montagem do bolo

Cortar as massas para ficarem do mesmo tamanho.

Barrar a primeira massa folhada com um pouco menos de metade do creme de pasteleiro.

Cortar fatias de cerca de 1 centímetro de espessura de pão de ló e cobrir toda a superfície da massa folhada.

Cobrir com o restante creme, deverá ser mais de metade, uma vez que algum irá escorrer pelas junções do bolo, dando humidade e servindo de liga para que não se desmonte ao cortar.

Tapar com a segunda massa folhada, com a parte caramelizada para cima.

Aparar as laterais para um resultado, mais bonitinho. Pode ainda reservar algum creme de pasteleiro para barrar as laterais do bolo, para um resultado visual ainda mais elegante.

Reservar no frio até ao momento de servir, polvilhando com mais algum açúcar em pó e guarnecendo com as groselhas.

 

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Redes Sociais

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub